Sanep executará novo aprofundamento na Barragem Santa Bárbara

CIDADE


É a quarta vez no ano que a autarquia aumenta o ponto de captação no manancial, que registra o nível de 4m10cm abaixo do ideal


Nesta quinta-feira (21), a partir das 19h, o Sanep executará uma nova escavação de aprofundamento do ponto de captação de água na Barragem Santa Bárbara – a quarta intervenção do tipo em 2020 – e, ainda, a manutenção da Estação de Tratamento de Água (ETA). A ação é mais um reflexo da grave estiagem que afeta a região, assim como o nível do manancial que, nesta quarta-feira (20), atingiu o recorde histórico de 4m10cm abaixo do ideal.

O serviço causará suspensão temporária do bombeamento e falta de água nas regiões abastecidas pela Barragem, como Fragata, Centro, Balsa, Morada do Sol, Porto, Navegantes, Três Vendas (Santa Terezinha, Py Crespo, Lindóia, Tablada e regiões próximas), Ilha da Páscoa, parte do bairro Areal (próximo ao Parque da Baronesa) e praia do Laranjal. A expectativa é de que a intervenção seja concluída durante a madrugada e o abastecimento normalizado no início da manhã.

A última escavação no local foi feita no dia 11 de maio, quando o Sanep também aproveitou para limpar todos os tanques de decantação da ETA. Devido à baixa qualidade da água captada no fundo da barragem, a frequência na limpeza da estrutura aumentou, significativamente. 

Pior cenário em 52 anos

O cenário vivenciado pela Barragem Santa Bárbara é o pior da sua história, em 52 anos. Em 2013, durante outra grave seca vivida pela região, o nível do manancial esteve 2m98cm abaixo do ideal, agora, já supera os 4 metros. A falta de chuva afeta, sobretudo, o tratamento da água na ETA, ou seja, o processo para torná-la potável à população. Exemplo disso é o índice da sua coloração – o da água captada normalmente pela autarquia corresponde a 160; atualmente, ele chega a 2 mil. Além de reajustar produtos químicos e incluir novos no processo de tratamento, o Sanep faz análises de hora em hora para garantir a qualidade de água distribuída às redes.

Foto: Rodrigo Soares/Sanep | Fonte: Prefeitura Municipal de Pelotas

Compartilhe